RESULTADOS DE APOIO - 2022 
 

O Entre Olhares abriu o período de envio de candidaturas ao Programa de Apoio ao Cinema Português (PACP) que decorreu até 20 de Fevereiro de 2022. O PACP visa atribuir apoio financeiro a curtas-metragens de ficção e curtas documentais com duração estimada entre os 10 e os 30 minutos, a serem rodadas em território nacional no decorrer do ano de 2022, por realizadores portugueses.

Dos 14 projetos cinematográficos a concurso, foram pré-selecinados 6 projetos que melhor cumpriram com os critérios do Regulamento do PACP.

logo apoio cinema português (sem fundo).jpg
FASE 1 | AVALIAÇÃO DE CANDIDATURAS / PROJETOS PRÉ-SELECIONADOS
CURTAS-METRAGENS

- "Aplauso" | GUILHERME DANIEL
- "Claridade" | MARIANA SANTANA
- "Flor de Laranjeira" | RÚBEN SEVIVAS


- "O Pomar" | JOANA LOURENÇO
- "The Best Blood" | DIOGO SEQUEIRA
- "Um Quarto de Bronze" | LAURA GAMA MARTINS
FASE 2 | PITCH / PROJETOS VENCEDORES DO APOIO
CURTAS-METRAGENS

- "Aplauso" | GUILHERME DANIEL
- "Claridade" | MARIANA SANTANA
- "O Pomar" | JOANA LOURENÇO
 JÚRI 

Os membros do Júri serão responsáveis pela avaliação do pitch dos realizadores que acontece na FASE 2 do programa de apoio. O Júri é constituído por profissionais da área do cinema.

Joana Cardoso.jpg
JOANA CARDOSO

Nascida em Coimbra em 1977, residiu em várias cidades e países antes de se instalar definitivamente em Lisboa. A sua formação é na área de cinema e vídeo (ESAP - Porto) e na área do design de interiores (BAU – Barcelona), onde obteve a bolsa de mérito. Em 2011 concluiu o Curso de Iniciação às Técnicas de Palco da Culturgest, na área de cenografia, caracterização, adereços e figurinos. Desde 2007, faz direção de arte regular (cenografia, figurinos e adereços) em Teatro (para companhias como a Marionet e O Teatrão), mas principalmente em cinema onde se afirmou como Production Designer (direção de arte e guarda-roupa), tendo trabalhado em mais de 20 filmes e séries nos últimos anos não só a nível nacional, como também em produções internacionais ("O Homem que Matou Dom Quixote" de Terry Gilliam e "O Encontro" de François Manceaux). Foi nomeada para os prémios Sophia (Academia Portuguesa de Cinema) 3 anos consecutivos pela direção de arte em "A Mãe é que Sabe", "Al Berto" e finalmente com "Soldado Milhões", filme que lhe valeu o prémio. Tem alguns filmes por estrear em sala ("Amadeo","Encontro", "A Arte de Morrer Longe") e mais recentemente fez a direção de arte e guarda-roupa para a série de produção internacional "Vanda" que estreou em 2022.

Ricardo Vieira Lisboa.jpg
RICARDO VIEIRA LISBOA

Formou-se em Matemática e é mestre em Cinema, na área de Realização e Dramaturgia, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Em 2019 integra a equipa de programação da Casa do Cinema Manoel de Oliveira, na Fundação de Serralves. É também, desde 2013, programador do festival IndieLisboa. Como crítico escreve no site À pala de Walsh, que co-fundou, tendo os seus ensaios sido publicados em jornais e revistas como Ípsilon, Revista Bica, Wrong Wrong e Aniki, e em livros, como “Propostas para a Teoria do Cinema", “Espelhos do Film Noir”, "O Vírus Cinema" ou “Eugène Green: A Imagem da Palavra”. Co-editou o livro “O Cinema Não Morreu: Crítica e Cinefilia à pala de Walsh”, em 2017, e escreveu o catálogo “A Gulbenkian e o Cinema Português II - Ensaio e Ficção”, em 2019. Tem organizado programas dedicados aos novos nomes do cinema nacional, nomeadamente na Fundação Calouste Gulbenkian, na Cinemateca Portuguesa, na Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva e na Sociedade Guilherme Cossoul. Como realizador produziu curtas-metragens experimentais e vídeo-ensaios que foram exibidos e premiados em festivais nacionais e internacionais.

Paulo Portugal.jpg
PAULO PORTUGAL

Dedica-se a pensar e escrever sobre cinema desde 1991, tendo colaborado em diversas publicações. Mais recentemente, edita o site Insider.pt e (desde este ano) o CINEblog (Ifilnova FCSH). Frequenta regularmente alguns dos principais festivais de cinema nacionais e internacionais, frequentemente como júri FIPRESCI. Mestrado em Estética e Estudos Artísticos - variante Cinema e Fotografia (FCSH). Inscrito em doutoramento Estudos Artísticos. Responsável pela área de cinema no arquivo Ephemera.